Coaching, coach e coachee

O Coaching e os benefícios que eles traz para as pessoas, ainda é algo que gera muitas dúvidas, principalmente para aqueles que tem pouco contato com a metodologia, por conta disso, como profissional de coaching senti-me com o dever de trazer informações e dados sobre este assunto, com o intuito de sanar todos os tipos de dúvidas.

No artigo abaixo, vou ajuda-lo a entender, de forma simples e direta, o que é coaching e suas nomenclaturas utilizadas. Vamos lá?

Antes de falar exatamente sobre o que é Coaching e como funciona o processo, vamos conhecer o significado dos termos que envolve este método de desenvolvimento humano e empresarial:

– Coaching (processo conduzido pelo coach)

Coach é o profissional capacitado e apto a aplicar o coaching e suas técnicas, para que tenha o resultado esperado por seu cliente, o coachee.

– O coachee (cliente):

É quem recebe e atua como parceiro no processo de coaching, e, quanto mais ele é dedicado e comprometido com o processo, mais rápido é sua evolução e mais efetivo se torna o processo.

Desta forma, o coaching é uma parceria entre o coach e o coaching.

Resumidamente o coaching é uma metodologia recente, que tem ajudado muitos profissionais e pessoas ao redor do mundo desde a década de sessenta, quando

Timothy Gallwey, tenista e instrutor de tênis, muito diferenciado como técnico, elaborou um método de treinamento que reforça muito os potenciais individuais e de times, promovendo muitos benefícios, entre eles, organização, definição de objetivos, metas e métricas e entendimentos diversos de como ter alta performance.

Claro que não poderia escrever este breve artigo sem antes abordar a popularização do coaching em nosso pais.

Além de haver coach de tudo o que você possa imaginar, a profissão se alastra, em vista de “escolas” de fim de semana, que certificam qualquer um, sem uma prévia análise do potencial ou não do aluno em entender de pessoas, sim, é preciso, além de entender o funcionamento do ser humano, de seu cérebro, deve-se entender que um profissional, ou uma pessoa, tem sentimentos, tem emoções, e que um processo de coaching pode e vai mexer com eles, mas infelizmente não é o que acontece, estas escolas, na ânsia de faturar alto, colocam as vezes 100 a 200 pessoas em 4 dias numa sala, e, por 15 ou mais horas, “formam” especialistas.

Porém um coach, deve ser alguém que nunca pare de estudar, pois não se torna um especialista do dia pra noite, o dia a dia de alguém que quer desenvolver pessoas e profissionais, é de muito trabalho, leituras, treino e estudos.

Retomando os benefícios do coaching, são muitos, e, sem dúvida alguma, dependem, óbvio, do coachee, dele querer dar os passos necessários para o seu desenvolvimento, pessoal ou profissional. Deve-se cumprir com o cronograma do processo, que muitas vezes, dependendo do profissional ou da escola que se formou, ou de seu método utilizado, pode durar 6, 10 ou mais sessões.

O papel do coach, técnico, na tradução literal para o português, é ser o condutor da mudança, ser o provocador dos passos e incentivador da corrida rumo ao sucesso do seu coachee.

Espero que depois da leitura deste artigo, muitas de suas dúvidas sobre o Coaching tenham sido sanadas. Mas se você ainda tem algumas dúvidas ou gostaria de tirar mais informações sobre o processo, deixe nos comentários o que você quer saber, que terei o maior prazer em responder. Que tal compartilhar com seu amigo, familiar ou colega de trabalho as informações contidas neste conteúdo, para que eles também compreendam melhor este processo.



Deixe uma resposta

Open chat